Enriquecimento Ambiental


Enriquecimento ambiental pode ser entendido como instalações ou intervenções que modificam o ambiente no qual o animal está inserido a fim de proporcionar um espaço mais semelhante à natureza, atendendo às suas necessidades fisiológicas e psicológicas.

Baseado nesse conceito, os zoológicos foram os primeiros locais a receber enriquecimentos ambientais, com intuito de aproximar o ambiente de cativeiro do ambiente natural e, assim, elevar o grau de bem-estar desses animais. Com o tempo, o conceito passou a ser aplicado para outras categorias animais, como animais de estimação e animais de produção.

A partir das cinco categorias de enriquecimentos ambientais é possível promover mudanças no ambiente, ou seja, torná-lo mais complexo do ponto de vista do animal. Tais alterações buscam fornecer opções e escolhas ao animal, estimulando-o a executar seus comportamentos naturais. São essas categorias:

· Enriquecimento alimentar;

· Enriquecimento físico;

· Enriquecimento cognitivo;

· Enriquecimento sensorial;

· Enriquecimento social;

Com a aplicação de enriquecimentos, espera-se aumentar a execução de comportamentos naturais, reduzir comportamentos anormais, além do estresse. Esses e outros benefícios fazem dos enriquecimentos ambientais ferramentas muito úteis para promover a saúde e qualidade de vida dos animais.

Se você se interessa por esse assunto e gostaria de saber mais, temos um curso de enriquecimento ambiental para pequenos animais, venha conferir!

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo